Notícias » ESPORTE

20 de Abril de 2016
Prass admite ter tentado gol antológico e explica defesa de pênalti: 'Vai do feeling
Fernando Prass foi um herói palmeirense no clássico contra o Corinthians (Foto: Divulgação/Agência Palmeiras).
Clique para ampliar

Pela segunda vez desde que chegou ao Palmeiras, o goleiro Fernando Prass se destacou por defesas de pênaltis em clássicos contra o Corinthians. Depois de ajudar a equipe a ir à final do Paulistão de 2015 (parou as cobranças de Elias e Petros), prevaleceu sobre Lucca no último domingo (03), na vitória do Verdão por 1 a 0, com gol do atacante Dudu. Antes de aparecer na jogada decisiva, entretanto, o camisa 1 admitiu ter tentado surpreender o adversário ao finalizar um tiro livre, de antes do meio-campo, direto para o gol.

Assine o EI Plus por apenas R$9,90/mês e assista ao vivo e em HD à Liga dos Campeões

“Normalmente, nessas faltas que são muito no campo de defesa, o time que sofreu a falta ou espera todo mundo ir para a área ou sai jogando curto, e o goleiro (adversário) fica adiantado, orientando a zaga, que também não fica muito atenta. Já estava percebendo o Cássio na entrada da área, e eu olhando para a bola ali no chão e falei para o Vitor Hugo e os caras saírem da bola, mas na hora que eu fui (chutar), o juiz mandou esperar. Aí o Cássio se posicionou um pouco mais para trás, mas mesmo assim resolvi arriscar, mas ele estava concentrado e conseguiu defender”.

Sobre a defesa da penalidade de Lucca, a quem Prass tentou afetar psicologicamente conversando antes da cobrança, o arqueiro do Alviverde voltou a destacar o trabalho dos analistas de desempenho, que reúnem informações dos batedores dos adversários antes dos confrontos, mas reforçou que só a estatística não é determinante neste tipo de lance.

“Vai muito do feeling, cara. Não tem uma fórmula, tanto é que teve dois pênaltis aí, contra Audax e River, do Uruguai, que eu estudei os batedores e não peguei. Claro, (analisar o batedor) ajuda, mas eu sempre falo, o pessoal da análise também fala, eles dão subsídios, mas na hora, o cara pode ter batido dez na direita e trocar para a esquerda e tu ir (certo na bola). Isso aconteceu, contra o Corinthians mesmo, em Itaquera, ano passado (na semifinal do Paulistão), eu tinha toda a indicação de que o Petros ia bater no meu canto direito, e, na hora que ele bateu, resolvi trocar, e graças a Deus, acertei”.

A cobertura completa de tudo sobre o futebol brasileiro você confere nesta segunda-feira (04), às 17h, no Conexão EI, às 19h e às 0h, no Caderno de Esporte, às 20h30, no Jogando em Casa, e às 22h30, no Noite dos Craques, no EIMAXX.

Cuca lamenta sequência de decisões e teme ausência de Dudu contra o Rosario


+ NOTÍCIAS


 
TOP MÚSICA
  • 1
    THIAGO BRAVA E JORGE

    THIAGO BRAVA E JORGE

    DONA MARIA
  • 2
    ANITTA

    ANITTA

    VAI MALANDRA
  • 3
    JONAS ESTICADO

    JONAS ESTICADO

    MOÇA DO ESPELHO
  • 4
    SAMPA CREW

    SAMPA CREW

    O QUE É QUE VOCÊ VIU EM MIM
  • 5
    GUSTAVO LIMA

    GUSTAVO LIMA

    APELIDO CARINHOSO
  • 6
    WESLEY SAFADÃO

    WESLEY SAFADÃO

    SONHEI QUE TAVA ME CASANDO
PUBLICIDADES
PEÇA SEU SOM
Nome:

Email:

Cidade / UF:

Pedido:

Por medida de segurança, digite os 5 dígitos
do código exibido abaixo

zbrv9
Copyright © 2018 - Band FM 95,9 Olímpia-SP